VIAJANDO ATRAVÉS DE UM COPO DE CERVEJA: CERVEJA E TURISMO!


Atualmente vivemos no Brasil um despertar cada vez maior dos consumidores para as cervejas especiais. Temos uma infinidade de rótulos internacionais circulando por aqui e novos rótulos nacionais não param de surgir também. Além disso, tem os rótulos dos cervejeiros caseiros. Quem aqui não conhece ao menos um cervejeiro caseiro? Se você conhece provavelmente já tenha degustado suas raríssimas artesanais!

O consumidor que aprecia os diferentes estilos de cerveja, com certeza associa os copos que consome com a região onde são produzidas as mesmas. E aí entra a questão do pertencimento, cada cerveja carrega o fato de pertencer à alguma região, que por sua vez tem características únicas e que irão influenciar nos ingredientes, no modo de preparo e de consumo entre outros aspectos socioculturais. Ao degustar uma cerveja, tão importante como identificar os aspectos sensoriais, é preciso conhecer a sua origem que pode nos remeter a um melhor entendimento da mesma.

Se por um lado vem ocorrendo uma explosão de rótulos de cervejas dos mais diferentes estilos, por outro, os profissionais do turismo, da cerveja, as regiões que possuem cervejarias artesanais e as próprias cervejarias artesanais estão explorando muito pouco rotas e roteiros turísticos cuja principal motivação para o deslocamento seja o líquido sagrado: “a cerveja”. O mercado de cerveja aliado ao turismo pode trazer impactos significativos para as regiões cervejeiras, mas é preciso investir tempo e dinheiro para formatar experiências exclusivas e personalizadas em torno da cerveja.

No exterior o “turismo cervejeiro” vem ganhando força! O mais recente roteiro que será ofertado aqui no mercado nacional é o Grand Rapids Beer Tour, proposta de roteiro no estado de Michigan que possui mais de 150 cervejarias artesanais. Este ano, mais de uma dezena de blogueiros brasileiros participaram de tour de familiarização para poderem escrever sobre. E por aqui? Porque não exploramos o “turismo cervejeiro”? São inúmeras as possibilidades e, sem dúvida, é um nicho de mercado bastante promissor.

Um formador de opinião que pode contribuir para o desenvolvimento desse mercado é o sommelier de cerveja. Ele deve conhecer e divulgar as regiões de origem das cervejas com o intuito de valorizar ainda mais o produto com aspectos socioculturais. Dessa forma, estará ajudando a despertar o interesse nas pessoas para fazerem uma viagem, não somente através do copo de cerveja que estão degustando, como também, através de um tour para conhecer determinada região cervejeira.

Por: Nilton Henrique Peccioli Filho
Aluno do curso Sommelier de Cerveja Doemens Academia Barbante de Cerveja.

ACADEMIA BARBANTE DE CERVEJA